+ Liberdade de Expressão

PNDH-3: O golpe, de novo

leave a comment »

A Notícia – 24 de janeiro de 2010. | N° 654

O golpe, de novo

por Apolinário Ternes*

Desde a divulgação da “Carta aos brasileiros”, em meados de 2002, ficou estabelecido o princípio basilar de o PT sepultar a ética e a coerência sempre que estiver em disputa o poder. Agora, com o Programa Nacional de Direitos Humanos, o governo tenta, mais uma vez, anular a Constituição e estabelecer a tutela da Nação. Um governo que abriga ex-terroristas, muitos em cargos importantes, não poderia encerrar dois mandatos sem ao menos tentar colocar em prática as teorias e ações ditatoriais que defende. Os ex-guerrilheiros do governo não hesitaram em adotar o terrorismo para derrubar a ditadura de 1964 e colocar a ditadura deles no lugar daquela. Não conseguiram nas décadas de 1960 e 1970 pelas armas, tentam agora extinguir o Estado de direito pelo golpe da caneta.

O Plano Nacional de Direitos Humanos, documento extenso de 80 páginas, que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou sem ler e que decidiu abrandar com pequenas revisões, tem a quase unanimidade de protestos das instituições democráticas da Nação. Militares, religiosos, entidades de representação de classe da mídia, dos advogados e até mesmo dos agricultores, rebelam-se diante da tentativa de invalidar a Constituição e colocar a ordem e o direito sob o manto do autoritarismo.

O PNDH é um atentado à democracia e abjeta tentativa de tornar o Brasil uma republiqueta de banana, com fanáticos tentando avançar nas mais elementares regras de convivência democrática. Da retirada de identificação de praças e edificações públicas de nomes ligados ao regime militar, passando pela anulação da Lei de Anistia, o Programa de Direitos Humanos interfere em quase tudo, desde a propriedade privada à proibição de símbolos religiosos em locais públicos e até na questão do aborto. Como disse dom Lara Resende, secretário-geral da CNBB, “daqui a pouco vamos ter que demolir a estátua do Cristo”, aquela do Rio de Janeiro. Em tempo, os veículos de comunicação de massa, igualmente, serão submetidos a “comitês de acompanhamento”, com a imprensa só podendo publicar a versão jornalística que interesse ao Palácio do Planalto. Tudo, portanto, que não contribua para a edificação do mito de Lula fica proibido, em nome dos “direitos humanos”, versão dos ex-terroristas, cuja ambição continua a transformar o Brasil num país comunista, mesmo que o comunismo tenha acabado em 1989.

A nova tentativa vai dar em nada, pois deve morrer no Congresso. Assusta, porém, constatar que há gente interessada. E não desistem do golpe e da ditadura, apesar das derrotas sucessivas dos últimos anos. Felizmente, apesar das mazelas e do altíssimo índice de corrupção da vida pública, a democracia se mantém – por quanto tempo? – e a Nação resiste às alopradas tentativas de se revogar a Constituição.

A revista “Veja” diz que o Programa Nacional de Direitos Humanos é “coisa de maluco”. Mesmo assim, é preciso lembrar que Hugo Chávez, Evo Morales e outros presidentes menos votados também, no começo, foram classificados de “malucos”. E, no entanto, conseguiram arruinar suas nações.

Aqui, mesmo com o presidente Lula assinando o que não lê, são lançados “pacotes” malucos que tentam censurar e dirigir a imprensa, controlar a cultura, desfigurar a propriedade privada e estabelecer “comitês de controle popular”.

De qualquer forma, foi de trapalhada em trapalhada que o PT se cobriu de vergonha em todo o País. Em ano de eleição, é bom saber que eles não desistem e tentam aplicar ideias do século 19, rejeitadas em todo o planeta. Pode ajudar o eleitor a perceber que “coisa de maluco” é votar em gente assim. Os aloprados de Lula, de fato, são invencíveis na obtusidade, na arrogância e no radicalismo.

aternes@terra.com.br 

*Historiador e jornalista

Fonte: A Notícia, SC
http://www.clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a2786982.xml&template=4187.dwt&edition=13974&section=882

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: